Análise de Deadman Wonderland

Página do MyAnimeList: http://myanimelist.net/anime/6880/Deadman_Wonderland

Sinopse

Deadman Wonderland conta a história de Ganta um rapaz que é o único sobrevivente depois da sua turma ter sido massacrada por um misterioso “homem vermelho”. Entretanto é erradamente julgado como culpado pelo homicídio dos seus colegas, recebe sentença de morte e é enviado para a prisão mais aterradora: Deadman Wonderland.

Nesta prisão brutal os reclusos são forçados a competir em jogos mortais para entretenimento das massas que visitam a prisão como um parque de diversões. Entretanto dentro da Deadman Wonderland Ganta conhece Shiro e descobre que tem um poder que pode estar relacionado com o assassino dos seus amigos. Na sua busca por vingança e justiça Ganta vai descobrindo os segredos daquela prisão, determinado a expor aqueles que o incriminaram e a descobrir o “homem vermelho”, mas isto tudo terá de o fazer enquanto tenta sobreviver numa prisão onde existem mil maneiras de morrer.

Enredo

O enredo de Deadman Wonderland está bem conseguido e é interessante apesar de ser uma história simples sem muitos rodeios. Temos ação, mistério e muito sangue (esperado para o género, o que é uma coisa boa). É uma história bem construída e consegue gerir bem a relação entre pergunta e resposta de modo a fazer com que os espectadores criem as suas próprias expectativas em relação à história/identidade de certas personagens.

As lutas são interessantes (talvez excluindo as lutas individuais no Carnival Corpse que não são tão apelativas quanto poderiam ser).

O único problema desta anime é a falta de uma sequela tornando-se num grande manga-bait. A falta de uma segunda e terceira temporadas faz com que quem não leu o mangá fique sem saber metade da história e/ou o que irá acontecer com os personagens pois o anime deixa um final em aberto.

Personagens

Não me posso queixar da construção das personagens, pessoalmente acho que estão muito bem construídas com as suas personalidades e passados delicadamente trabalhados.

Ganta Igarashi: É o protagonista da obra. Em termos profissionais, como já tinha referido, penso que esteja bem construído o problema é a própria personagem. Para protagonista principal do anime acho que Ganta é muito cobarde (sim eu sei que tem de ser para a história se poder desenrolar da forma que o faz porque senão não fazia sentido) mas a verdade é que em vez de me apegar à personagem, acontece exatamente ao contrário. A constante repetição da cena do “Ai que eu vou morrer! Não quero morrer! E agora?” faz com que eu dê por mim a querer dar uma estalada neste protagonista. Era suposto haver uma evolução de carácter que não existe, o que faz com que Ganta fique com a sua personalidade estagnada nunca se tornando aquele protagonista que é badass a 100%.

Shiro: A grande salvação desta anime! Apesar do protagonista ser o Ganta eu penso que 95% das pessoas que completaram Deadman Wonderland continuaram a ver devido a esta personagem. É a melhor personagem do anime e também um dos seus maiores mistérios (que acaba por ficar indesvendado devido à falta de sequelas). Não se percebe bem o que ela é ou qual é a história dela. Tudo que nos vão dando são pequenos flashbacks do passado dela com Ganta e algumas pistas para o que ela poderá ser. Para além da sua importância no desenvolvimento da história é o seu papel como “quebradora de gelo” da anime. Como é uma personagem sempre alegre, a sua personalidade faz um bom contraste com o ambiente pesado que as animes do género causam e pode ser mesmo, de vez em quando, o motivo de uma risada pequena. Devo dizer que enquanto estava a ver a anime só pensava “quando é que aparece a Shiro de novo?”.

Existem muitas outras personagens secundárias e estão todas muito bem trabalhadas em termos de detalhe mas a maioria fez-me sentir como se fossem um pouco “vazias” apesar de toda a informação que temos sobre elas e sobre os seus ideais e ambições. Algumas que acho que vale a pena mencionar são Senji Kiyomasa (Crow) e a capitã da guarda Makina porque são típicos anti-heróis que não se aliam a ninguém e não distinguem o bom do mau, simplesmente seguem o seu caminho de modo a satisfazerem os seus ideais (um pouco parecidos com Emiya Kiritsugo de Fate/Zero).

Arte

Se fosse a comparar a arte de Deadman Wonderland com outros títulos de 2011 diria que está dentro do razoável. Poderia dizer que a arte condiz com o estilo do anime contribuindo para um ambiente mais negro, e até é verdade. Pessoalmente penso que a arte seja bonita, mas existem por aí outras animes do género com visuais muito mais elegantes e com um desenho mais delicado.

A animação é razoável. Não é nada de extraordinário é uma animação simples que está dentro do normal. Para mim a parte que saltou mais à vista em termos de animação foi quando a Shiro destrói um esquadrão de guardas sozinha e fica cheia de sangue com chamas e fumo a sair-lhe das feridas, aí sim bom trabalho da equipa de animação.

Som

Para compensar o facto de uma animação razoável temos um trabalho sonoro muito bom.

A começar pelo voice-acting acho que os dubladores (versão japonesa) foram muito bem escolhidos. Há uma completa sintonia entre ator e personagem! Penso que os desenhos têm mesmo cara para a voz que lhes deram e não consigo imaginar seja qual for o personagem de Deadman Wonderland com outra voz para além daquela que lhes foi atribuída. Os atores também fazem um belo trabalho transmitindo os sentimentos e expressões dos seus personagens. Um bom exemplo disto é o próprio protagonista que está tão bem dublado que nos faz apetecer esmurrá-lo quando começa com os seus choros e “pieguices”. E pode não parecer mas é preciso fazer um bom trabalho para que isso aconteça.

Em termos de banda sonora posso dizer que é dentro do normal, não há nenhuma OST específica por aí além. O que posso comentar é o facto de haver muita variedade de músicas, o suficiente para rivalizar com as animes maiores de 24 episódios. Haver tanta variedade para tão poucos episódios faz com que cada cena tenha a sua própria música, o que torna a anime bem mais única e nunca temos aquela ideia de repetição porque todas as cenas a música é diferente.

Avaliação Final

Eu penso que toda a gente em geral irá gostar de ver Deadman Wonderland apesar do facto de ser uma anime incompleta. Mesmo para quem não é fã do género é uma anime bastante acessível e que nos agarra do início ao “fim”. Talvez seja mais recomendável ler o mangá em vez de ver anime se quiserem saber da história toda. Se não gostam de ler e não se importarem de ficar com a história contada pela metade, vejam esta anime que dá 12 episódios de bom entretenimento. ^^

dwreview

Digam as vossas opiniões e o que acharam desta análise nos comentários ou na nossa página do facebook.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s