TOP 25 Animes Recomendados da Temporada de Verão 2016

topver2016

Tendo em consideração as séries que acompanhámos durante a temporada passada, a equipa do Anihome apresenta o seu TOP Animes Recomendados da Temporada de Verão de 2016.

Continuar a ler

Análise da Temporada de Primavera 2015

Boas minna, a Temporada de Inverno terminou e está na hora fazer uma publicação sobre o que se passou desde Abril até Julho. Nota do autor: Esta publicação baseia-se na opinião pessoal e que toda a gente é livre para comentar e dar as suas opiniões desde que estejam dentro dos limites respeitáveis. A publicação será maioritariamente informativa e sem muitos detalhes sobre os animes para evitar o máximo de spoilers. Vi o máximo de animes desta temporada que o tempo me permitiu e baseio-me nessas animes para este artigo, pois não vou poder julgar algo que não vi. De resto espero que apreciem e sintam-se em casa! 😉

Continuar a ler

Nosso TOP 10 recomendados da Temporada de Primavera 2015

Boas minna, a Temporada de Primavera vai já a metade e o AniHome decidiu fazer uma publicação sobre as melhores animes desta temporada. Nota para informar que este post se baseia em opinião pessoal e que toda a gente é livre para comentar e dar as suas opiniões desde que estejam dentro dos limites respeitáveis. Esta publicação será maioritariamente informativa e sem muitos detalhes sobre as animes para evitar ao máximo o risco de spoilers. Estou a acompanhar o máximo de animes desta temporada que o tempo me permite e baseio-me nessas animes para esta publicação, pois não vou poder julgar algo que não vi. De resto espero que apreciem e sintam-se em casa! 😉

Continuar a ler

Primeiras Impressões: Arslan Senki

Arslan Senki (A Lenda Heróica de Arslan) é um anime do género medieval com um carácter mais sério do que aquilo que estamos habituados. O primeiro episódio dá-nos a introdução às personagens e ao ambiente em que a história se irá desenrolar. O primeiro episódio passa-se na cidade de Ecbatana, a Capital Real do grande império de Pars, que é governada pelo invicto e temível Rei Andragoras, pai da nossa personagem principal, o príncipe Arslan.

Narrativa

A narrativa desta anime está bastante desenvolvida e é suportada e melhorada pelos diversos dados e informações que nos apresentam logo nos primeiros 24 minutos. Arslan Senki dá-me a sensação de que vai ter uma história bastante completa, não só pelo enredo em si, mas também devido ao seu ambiente e ao Mundo na qual esta obra se encontra, que demonstra ser detalhado e bem diversificado.

Algo de que gostei desde o início foram as temáticas apresentadas e o conceito histórico. Desde os primeiros segundos reparamos que este ambiente, este império de Pars, se baseia no Império Persa. Muitas similaridades não só nos conceitos culturais mas também na construção do ambiente, que me fez lembrar logo o jogo Prince of Persia.

O anime toca em temas como a política medieval, escravatura, diferença cultural, guerra, hierarquias reais, relações entre as pessoas na época medieval, etc. São poucas as animes que exploram estas temáticas de uma forma tão “suave” e ao mesmo tempo séria. Essa forma de desenvolver uma história deste género só torna o mundo mais humano e faz-nos perceber que isto na verdade não difere muito da realidade, apesar de ser uma fantasia. Um exemplo de um anime que faz uma abordagem ao mundo real de forma parecida é Fullmetal Alchemist.

A forma como se pega na história pode dar-nos a leve sensação de “eu reconheço isto”. Tem de facto algumas parecenças com Fullmetal Alchemist, mas apesar de Arslan Senki ser baseado no mangá escrito em 2013 que teve as ilustrações de Hiromu Arakawa (mesma que Fullmetal Alchemist), a história original é dos light novels publicados em 1986 por Yoshiki Tanaka e por isso não podemos questionar a sua originalidade.

Animação e Som

A animação é um ponto importante para qualquer obra e muitas vezes é o catalisador que nos faz começar a ver um anime. O que tenho a dizer sobre a animação de Arlsan Senki em poucas palavras é que, para já, parece razoavelmente bem.

O anime mostra-nos vários tipos de planos e estilos de arte, vê-se uma bom trabalho na área da modelação 3D dos cenários e uma técnica realmente melhor na animação 2D dos personagens. O desenho é bonito, sem um estilo próprio sendo o tipo de design usado na maioria dos animes hoje em dia e não algo com muito detalhe.

Algo que apreciei durante o primeiro episódio ao nível da animação foram os cuidados dos animadores com o ambiente. O desenho da cidade está muito bem feito, a paleta de cores que usa os mais variados tons de laranja, amarelo, vermelhos e castanhos, a luz do sol e os objetos e decorações, torna realmente a cidade mais viva, real e bem enquadrada com a época e região em que se situa. Faz-nos mesmo imaginar como seriam as cidades durante o antigo império Persa, o que acho algo bastante notável.

O que me fez torcer o nariz foram algumas animações durante a batalha e uns movimentos pouco fluídos, nada de grave tirando talvez uma das últimas cenas em que a animação do galopar do cavalo estava muito pouco fluída e má.

Quanto ao som dom parabéns à equipa pelo som da cidade que a tornou muito mais viva com todo aquele barulho que ouvimos nas ruas da capital. Em termos de banda sonora nada se destaca, por enquanto.

Potencial

Digamos que este anime tem tudo para dar certo, pelo que vemos do seu staff não há motivos para correr mal. Não brilharam muito neste primeiro episódio mas têm espaço para melhorar muito mais. Mesmo que a animação não melhore ao longo do anime é possível que este acabe, ainda assim, acima da média devido à sua história, temáticas e modelo narrativo.

Novo vídeo comercial de 30 segundos para Arslan Senki

O site oficial para a adaptação para anime de Arslan Senki lançou um novo comercial de 30 segundos. O anúncio volta a mostrar-nos o tema de abertura da anime, “Boku no Kotoba Dewanai Kore wa Boku-tachi no Kotoba” (Estas não são as minhas palavras, são as nossas palavras) da banda UVERworld.

Narrador: Príncipe herdeiro Arslan. Na altura, 14 anos de idade. A sua primeira batalha.
Arslan: O que significa tornar-me um grande rei?
Karlan: Triste e lamentável príncipe. Vou matar-te aqui.
Daryun: Nós vamos salvá-lo agora, vossa majestade.
Silvermask (Máscara de Prata): Esperei durante 16 anos…!!Andragoras!!
Andragoras: À carga!
Narrador: Arslan Senki

Lançado o trailer completo para Arslan Senki

O site oficial da anime Arlsan Senki (The Heroic Legend of Arslan) postou hoje o vídeo promocional para a anime que estreia já nesta Temporada de Primavera. O trailer mostra-nos já o tema de abertura, “Boku no Kotoba Dewanai Kore wa Boku-tachi no Kotoba” (Estas não são as minhas palavras, são as nossas palavras) pela banda UVERworld.

Podem ver o nosso artigo sobre a anime aqui. O AniHome está ansioso pelo começo desta anime, que parece ter muito para mostrar!

Novo anúncio televisivo de Arslan Senki

O site oficial de Arslan Senki publicou este Domingo um novo anúncio televisivo para a anime que vai sair dia 5 Abril no Japão.

Arslan: Os nossos soldados estão a ser mortos!
Daryun: Alteza, por favor espere aqui. Eu, Daryun, vou protegê-lo.
Narrator: The Heroic Legend of Arslan. (Arslan Senki).
Arslan: Daryun!!

Arslan Senki

Depois de anunciarmos a lista das animes de Primavera, o site oficial de Arslan Senki disponibiliza o primeiro vídeo promocional que confirma a estreia do anime para dia 5 de Abril.

O Manga do qual o anime vai ser adaptado (Arslan Senki) é da mangaka Hiromu Arakawa (criadora de Fullmetal Alchemist). Para além do criador ser bastante bom, o anime em si conta também com um staff de qualidade. O estúdio encarregado da animação é Liden Films (Terra Formars), o diretor é Noriyuki Abe (Black Butler: Book of Circus), o guião é de Makoto Uezo (Akame Ga Kill) e o designer das personagens é Shingo Ogiso que trabalhou com a animação de títulos como Ao no Exorcist e Bleach.

Este Anime tem tudo para dar certo! Esperemos que cumpra as expectativas, até lá esperamos ansiosamente!